Quando estiveres triste olha para o ceú, e vais ver que existe uma linda estrela a brilhar só para ti

07
Out 07

Se não gostas de ti, quem irá gostar?
Se não sentes admiração por teus empreendimentos, quem irá sentir?
Se duvidas das tuas decisões, quem poderá acreditar nelas?
Se não sentes alegria com a vida que tens, quem irá alegrar-se?
Se ainda não compreendeste o verbo compreender, como pretendes conjugar o verbo amar?
Se colocas azedume nas mais puras emoções, por que te revoltas por levar uma existência amarga?
Se destróis todas as entradas que te levam afecto, por que lamentas a solidão em que vives?
Se não tratas da tua cultura de simpatias, por que estranhas de não colher viçosas amizades?
Se insistes em semear males e tristeza, por que ficas supreendido quando germinas decepções?
Se não te dispões a perdoar as faltas dos outros, com que direito esperas a complacência das tuas?
Se não tens fé , nem confiança, nem estusiasmo, por que acusas o mundo de ser frio, árido e sem bondade?

Wellington Armanelli

publicado por MundoAsVoltas às 16:01
sinto-me:

Outubro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12

18

21
22
23
24
25
26
27

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
favoritos

Solidão...

links
blogs SAPO